domingo, 20 de setembro de 2009

Dia de Festa e reflexões!

Ontem foi a estréia do Enzo em uma festinha de aniversário sem a nossa companhia. Preparei a mala e a minha prima veio busca-lo um pouco antes do horário.
Chorou quando percebeu que a "Mem mem" não ia, mas, como a Jaque me disse depois o choro não durou até a esquina.
Ele ficou 3 horas na festa e se comportou super bem, dançou, comeu, foi com todo mundo e até empurrou a aniversariante!
Chegou com outra camiseta e quando eu vi a anterior tive a real noção de como ele aproveitou a festinha.
Estava imunda! Cheia de pirulito derretido sem falar no cabelo que estava duro e a cara suja.
Elas aproveitaram pra dar pra ele tudo que normalmente eu não dou, mas, tudo bem...em dia de festa vale!
Eu e o Max aproveitamos para sentar em um barzinho e conversar nem me lembro quando foi a última vez que fizemos isso aqui em São Paulo.
Supostamente deveria ser um papo sobre nós, mas, já percebemos que isso não acontece depois que se tem filhos.
Se não se está com eles, estamos falando deles...coisas de pais!
É incrivel como temos visões diferentes a respeito da maternidade e paternidade e elas refletem de uma maneira moderna naquela versão pré-histórica que diz que a mulher cuida da casa e dos filhos enquanto o homem caça e se responsabiliza pela comida e segurança.
Enquanto eu estou preocupada em passar valores, ensinar, criar e não faltar em nenhum momento, Max se preocupa em poder pagar a escola, prover cursos, experiências e vivências.
Uma visão complementa a outra, nenhum papel é mais importante e para nós é assim que deve ser.
Poderia ser diferente se eu tivesse optado por continuar trabalhando, hoje percebo que para mim a melhor escolha foi essa.
De qualquer modo, não sei como seria se tivesse a minha rotina de antes, com certeza daríamos um jeito como tantos outros pais dão.
Estou feliz assim...todo mundo sabe como eu adoro essa vida de 100% mamãe!

Um comentário:

Lica Fernandes disse...

Seu blog esta muito legal.
Adorei os textos....
Beijos